Instituto MAPA e Mr. Predictions, empresas associadas da área de Ciência de Dados e Análise Preditiva, vinculadas ao Grupo NEXXERA, vêm acompanhando o desempenho dos presidenciáveis brasileiros quanto ao número de seus seguidores nas redes sociais.

Segundo as análises feitas, relativas ao período de janeiro a agosto, Bolsonaro que já ocupava o espaço em primeiro lugar aumentou em 41% seu número e chegou ao patamar de 9,5 milhões de seguidores.

Lula (4,6 milhões) também cresceu e superou Marina (4,2 milhões). Amoedo (2,5 milhões) teve o maior crescimento proporcional no período, 301%, ocupando a quarta colocação a frente de Alckmin (2 milhões) e Alvaro Dias (1,5 milhões). Seguem, Haddad (1,2 milhões) e Ciro Gomes (800 mil), este com forte crescimento.

De acordo com análises preditivas de diretores do Instituto MAPA e Mr. Predictions é indiscutível o protagonismo das redes sociais nas eleições de 2018, pois, mais de 100 milhões de eleitores são usuários da Internet. Concluem: “No tempo eleitoral a fase digital deu a largada e continuará relevante, agora engajada à etapa analógica (mídia eleitoral gratuita – TV e rádio) em que Alckmin e o “13” podem certamente mudar o cenário, na corrida motivacional do eleitor, para decisão de voto em primeiro turno”.
Seguidores